7 mitos da transformação digital

Tendências da transformação digital

Saber quais são os principais mitos da transformação digital é o primeiro passo para não cair na armadilha de não adotá-la na sua empresa.

O ano de 2020 vai ficar marcado como o período que muitas empresas precisaram adotar a transformação digital para sobreviverem ao período de quarentena, devido à pandemia de coronavírus que assola o planeta.

E essa adoção, apesar de importante e extremamente útil, era negligenciado até então. No entanto, com a realidade batendo à porta, muitos negócios precisaram se movimentar rápido e continuar com as finanças empresariais saudáveis.

Dessa forma, muitos gestores começaram a entender como transformação digital pode ser benéfica. A partir da prática, eles conseguiram enxergar vários benefícios para, dessa forma, mudar de mentalidade sobre o tema.

Para isso, destruíram vários mitos sobre esse assunto. Quer conhecer quais são os 7 mitos da transformação digital? Então, continue lendo até o final para aprender — e não errar a partir deles.

1. Transformação digital é apenas a adoção de novas tecnologias

Possivelmente, o primeiro mito é o mais importante que precisa ser quebrado, pois ele acaba implicando em uma série de opiniões infundadas e falsas sobre esse tema tão atual e benéfico.

A transformação digital não diz respeito — apenas — à adoção de tecnologias. Na prática, ela fala muito sobre processos, gestão e pessoas. Quando uma tecnologia é adotada em favor da transformação digital, todos em sua volta precisam mudar.

Assim, digitalizar uma empresa não é apenas comprar computadores para deixá-la mais tecnológica. É também garantir que as pessoas conseguirão se adaptar à nova realidade, algo que acontece a partir de processos bem planejados e executados.

2. A transformação digital é uma mudança arriscada

Toda mudança pode ser arriscada se não for realizada corretamente. Nesse caso, a transformação digital não é arriscada apenas pela mudança e sim pelo jeito que é adotada e utilizada no dia a dia.

Assim, quando a transformação ocorre por vontade — ou necessidade — da empresa, ela tem mais chances de dar certo e realmente causar o impacto esperado. Com os envolvidos trabalhando ativamente para dar certo, dificilmente o risco de mudança se tornará um problema real.

3. A transformação digital vai acabar com a maioria dos empregos

Grandes mudanças podem gerar impactos de dimensões surpreendentes, seja negativamente ou positivamente. No caso da transformação digital, alguns empregos certamente deixarão de existir pela adoção da tecnologia.

No entanto, da mesma forma, outros profissionais serão necessários para conduzir essa revolução. O cientista de dados, por exemplo, é um personagem importante para muitas empresas nos dias atuais, tendo entrado em evidência há menos de 10 anos.

E tudo isso só aconteceu pela grande adoção dos dados como grande fonte de informação para decisões importantes. Por mais que alguns estatísticos tenham deixado de exercer a sua profissão de formação, por exemplo, eles puderam migrar para áreas novas — como o data science — para usar suas habilidades em novas funções.

4. A transformação digital vai reduzir a qualidade das entregas

A transformação digital não precisa ser uma mudança descontrolada. Esse é mais um mito que ainda afeta a opinião de muitas pessoas, justamente pela incerteza que o termo — muito amplo — carrega.

O mundo do software evoluiu muito rápido com a adoção da metodologia ágil, que conseguiu “acelerar” o processo de desenvolvimento dos sistemas, por exemplo. E isso não significa que o produto fica pronto mais rápido, mas sim que o cliente consegue utilizá-lo de forma incremental, recebendo as melhorias e funcionalidades ao longo do tempo.

Desse modo, não temos uma queda de qualidade no desenvolvimento, mas um olhar diferente para extrair o potencial que a atividade tem. Do mesmo jeito, a transformação digital pode atuar com extrema eficiência nas empresas, desde que seja utilizada com a expectativa bem alinhada.

5. O investimento em transformação digital é proporcional ao lucro gerado

Esse é outro mito bastante divulgado pela falta de conhecimento do conceito da transformação digital. Uma empresa altamente tecnológica, nem sempre, será melhor que outra que investe menos nesse sentido.

O que é feito com a tecnologia, no fim das contas, é o que vale. Portanto, não adianta gastar milhões de reais em transformação digital se as pessoas e os processos empresariais não estiverem preparados para recebê-los.

Por sinal, o uso pontual das tecnologias é o que torna a transformação digital mais eficiente. Nesse ponto, o nível de conhecimento do negócio vai possibilitar entender se a digitalização é possível ou não.

6. A transformação digital funciona apenas em empresas de tecnologia

Mais um mito sobre esse assunto, onde temos um exemplo bem didático para ilustrar a situação. Com a pandemia da Covid-19, muitos restaurantes precisaram mudar seu sistema de atendimento, vendendo seus pratos pela internet e adotando a transformação digital por uma questão de sobrevivência.

E com base nesse exemplo real, vemos que a transformação digital não funciona apenas para startups e grandes corporações. Ela pode ser extremamente útil mesmo para os negócios mais simples, desde que faça sentido.

Portanto, qualquer empresa pode se beneficiar da digitalização dos negócios. Mesmo que seja um simples atendimento pela internet ou a utilização de soluções personalizadas para automatizar uma tarefa, uma pequena transformação digital pode ser o diferencial que faltava para os resultados decolarem.

7. A transformação digital precisa acontecer de repente

Para fechar nosso conteúdo sobre os 7 mitos da transformação digital, vamos falar um pouco sobre uma cultura do brasileiro de não planejar seu futuro, seja de médio ou longo prazo.

Nesse sentido, muitos gestores acham que a transformação digital surge como um “milagre” na empresa, simplesmente surgindo do dia para a noite e causando uma verdadeira revolução nos negócios.

No entanto, a transformação digital pode acontecer de forma lenta e gradual, desde que seja planejada para tal. O importante é começar pequenas transformações para validar ideias, entender os benefícios e desvantagens e, assim, avançar para novas mudanças.

A revolução, normalmente, não acontece do dia para a noite. São pequenos fatos isolados que vão crescendo com o longo do tempo, tomam forma, ganham a adoção das pessoas e, no fim, resultam em algo grande. E a transformação digital pode acontecer da mesma forma.

Pronto para a transformação digital?

Agora que você já conheceu os principais mitos da transformação digital, que tal evitá-los para começar a adotá-la na sua empresa? Nesse ponto a Optcode é uma empresa especialista no desenvolvimento de softwares personalizados, totalmente construídos para sua necessidade.

Isso possibilita realizar uma transformação digital planejada, já que os sistemas evoluem com o tempo, mas sempre atendendo as necessidades da organização. Ou seja, seu software é criado para atender seus processos e facilitar o dia a dia dos colaboradores.

Quer saber mais? Então, entre em contato conosco agora mesmo e nos traga o seu desafio. Teremos um prazer imenso em te ajudar.