Data Science: por que sua empresa precisa ficar de olho nessa tendência

Data Science: por que sua empresa precisa ficar de olho nessa tendência

Como a ciência dos dados pode ajudar na gestão de empresas que desejam mais poder sobre as decisões do negócio? É o que nós vamos te explicar neste artigo!

A área de data science vem ganhando popularidade nas empresas, parte pela novidade do tema, mas também pelo poder que a manipulação de dados e tomada de decisões em cima dos mesmos pode proporcionar para os negócios.

A partir do protagonismo das informações, empresas conseguem descobrir mais sobre seus clientes, podendo ajustar seu produto para satisfazê-los cada vez mais. Assim, os dados estão ganhando os holofotes e mostrando que uma gestão mais técnica é extremamente possível e viável.

É claro que a intuição e experiência nos negócios ainda contam muito. No entanto, apostar no data science como um aliado extremamente valioso é um movimento inteligente e que, em médio prazo, se mostra bastante rentável.

Quer saber mais por que sua empresa precisa ficar atenta para essa tendência? Então, continue lendo até o final para descobrir!

Mais que tendência, uma grande realidade para os negócios

Mesmo que o data science seja apenas um termo distante para muitas organizações, ele já é um recurso indispensável para muitos negócios que fazem uso extensivo da internet. Apesar de não ser um requisito, as empresas onde o volume de dados gerados cresce gradativamente se beneficiam mais da ciência de dados.

Assim, apostar no poder da programação, matemática, estatística e negócios tem sido o diferencial de startups, fintechs, pequenas e grandes empresas, que fazem uso dessa combinação de habilidades para driblar a concorrência e chegar de forma certeira até seu público-alvo.

O poder dos dados nos dias atuais

Algumas consultorias estimam que existem mais de 40 trilhões de gigabytes de dados no mundo. Esse volume — gerado em grande escala na última década — contém mais informação que todos os dados criados em toda a história da humanidade.

E com tantos dados sendo gerados diariamente, nada mais importante do que saber utilizá-los em benefício próprio. Assim, o data science surge para explorar e garimpar as informações — e encontrar tesouros preciosos.

Desse modo, com tantas empresas se beneficiando do conhecimento de mercado obtido, é natural que os dados sejam taxados de “o novo petróleo”. Com inúmeras empresas digitais no mercado, criadas pela popularidade da internet e tecnologia, nada mais natural do que surfar essa onda.

E é dessa maneira que o data science ganha popularidade a cada dia, pois ajuda empresas a se reinventarem no mundo digital, seja pela otimização de recursos ou pelo conhecimento adquirido com o uso do imenso volume de dados gerados.

Mas como e onde o data science pode ser usado?

De forma simples e direta, o data science pode ajudar de várias maneiras e em diversos segmentos da empresa. No time de marketing, por exemplo, a análise dos dados pode ajudar no entendimento do perfil dos leads, utilizando o conhecimento adquirido para atingir um público-alvo cada vez mais qualificado.

Na área financeira, as análises de data science podem ajudar nas projeções econômicas, identificando gargalos e trazendo o melhor caminho para o aumento da rentabilidade e lucratividade. Também é possível fazer análises de crédito sem muita dificuldade.

O mesmo acontece com a área de vendas, que pode ser beneficiada com os modelos matemáticos para tornar o processo comercial mais simples e menos custoso. Afinal, se você sabe o melhor caminho para fechar um negócio, é possível ignorar todos os ruídos que desperdiçam o tempo dos vendedores.

Análise dos dados

Aprofundando mais em algumas áreas que o data science contempla, temos a parte de análise de dados, onde o objetivo é tirar insights do grande volume de informações contidas e organizadas em bancos de dados.

Nela, a abordagem é mais exploratória, onde diversos gráficos, histogramas e análises estatísticas são realizadas para identificar padrões e informações que ajudem na tomada de decisões da empresa, seja no time de produto, comercial, marketing ou da própria gestão empresarial.

Assim, por meio de diversas técnicas e recursos, uma análise exploratória pode trazer informações poderosas e contar histórias incríveis, que podem ser usadas com vantagem competitiva na empresa.

Machine Learning

Outra importante área do data science é a aplicação de técnicas de aprendizado de máquina em tarefas essenciais para alguns negócios. Por meio de algoritmos de machine learning, algumas empresas da área financeira, por exemplo, podem fazer análises de risco de fraude em segundos.

Assim, essas empresas conseguem evitar prejuízos e, por consequência, tornam as transações online mais seguras, o que pode ser revertido em serviços melhores para toda a base de usuários.

Há, ainda, a personalização de serviços com base no comportamento do usuário. Os famosos “algoritmos de recomendação” ganharam fama por meio da Netflix, que aprimora continuamente seu sistema para indicar os melhores filmes e séries de forma totalmente personalizada para os assinantes.

Isso agrada os clientes atuais e a popularidade do serviço como um todo, que cresce em assinantes a cada dia.

Por último, as técnicas de Machine Learning podem ser usadas para a identificação de imagens — por qualquer que seja o propósito. Sabe quando você sobe uma foto no Facebook e a plataforma sugere a marcação de um amigo ou parente automaticamente?

Isso tudo é possível pela aplicação do ML para a identificação de rostos. Legal, né?

Leia também: As vantagens de uma solução personalizada na transformação digital

O data science em usos mais “realistas”

É claro que os exemplos que trouxemos apenas ilustram o poder do data science. No dia a dia, um cientista de dados pode trabalhar apenas fazendo a análise da base de clientes e identificando informações interessantes para o negócio.

O mais interessante dessa área é que não existe apenas uma resposta correta para todos os problemas. Cada realidade empresarial precisa ser analisada conforme suas características, para que — da mesma maneira — soluções personalizadas possam ser implementadas de forma eficiente.

Assim, o uso de informações pode depender de sistemas totalmente personalizados para aquele negócio específico. E isso é bom para que os concorrentes não possam copiar as estratégias adotadas, o que pode ser um grande diferencial competitivo no mercado.

Portanto, o data science não é uma solução destinada apenas para mega corporações como Google, Apple, Facebook, Netflix, Nubank e outras empresas de tecnologia. Seus conceitos podem — e devem — ser aplicados por empresas que desejam utilizar o poder dos dados para se destacarem em seu segmento.