Projeto Ezam

Projeto Ezam

Na última sexta-feira o idealizador do projeto, Fabio Vale, esteve na OptCode e teve a oportunidade de contar para o time à frente do Ezam como e porque a ideia surgiu… Saiba mais!

Quantas dificuldades você enfrenta hoje para agendar a realização de um exame através do seu convênio médico? Na certa você teve alguma lembrança assim que leu essa pergunta, não é mesmo?… Agora imagine lidar com essa realidade em plena São Paulo capital, com todos os desafios relacionados à locomoção, localização, cobertura do plano e detalhamento do exame…

Agora vem a pior parte: por telefone! É isso mesmo, já que muitas empresas ainda não são adeptas das facilidades do whatsapp ou, mesmo que sejam, tem um tempo de resposta lento demais que te fazem ficar focado na solução do agendamento muito mais do que gostaria.

Pois foi exatamente com o objetivo de mudar essa realidade que Fabio Vale começou a idealizar o Ezam, um aplicativo que conecta laboratórios, planos de saúde e usuários para proporcionar facilidade e agilidade no agendamento de exames.

No dia 25 de Outubro o profissional esteve na OptCode para contar um pouco mais sobre essa história ao time que está à frente do projeto. E, diga-se de passagem, uma história que já tem pouco mais de dois anos e envolve um grande cuidado com pesquisa, pivotagem do projeto, desenvolvimento do conceito e confirmação prática de sua utilidade junto aos principais interessados: os laboratórios e convênios.

Imagine que hoje as principais causas de reclamações registradas na ANS (Associação Nacional de Saúde) estão relacionadas à dificuldade de contato com centrais de atendimento e custos de atendimento e cobertura dos planos de saúde. Imagine ainda que uma única ilha de um time ativo em uma central de atendimento para agendamento de exames recebe em média 5 mil ligações por dia e que cada uma delas tenha um custo médio de R$6,90 por ligação para que a solução seja viabilizada (entenda por solução o simples agendamento de um exame).

Agora pense no impacto direto que a automação desse processo pode representar para os laboratórios, que conseguem gerar maior proveito de equipamentos caros que muitas vezes ficam ociosos, para os convênios que reduzem significativamente custos de atendimento e índices de insatisfação do público, e usuários que tem uma agilidade sem igual para agendar um exame… Não é pouca coisa, certo?

Entender essa complexidade e o quanto a solução pode trazer benefícios para os envolvidos é como direcionar uma luz na jornada do time que está capitaneando o projeto Ezam. E ter essa clareza na mesma semana em que o start do projeto foi dado gera um nível de engajamento ainda maior. Afinal, é muito mais empolgante participar de algo quando você entende o reflexo em todas as pontas.

Com o MVP todo mapeado, o time tem como desafio entregar o projeto no início de 2020. Essa entrega será um app capaz de exibir procedimentos, laboratórios (ranqueados) e horários disponíveis. Mas depois do planning realizado na terça-feira e a criação do Kanban personalizado pelo time envolvido, não há o que segure esse time no caminho do sucesso!