Otimizando projetos com métodos ágeis

Otimizando projetos com métodos ágeis

Entender as principais vantagens dos métodos ágeis no desenvolvimento de projetos de software e tecnologia pode ser um grande incentivo para a adoção dessa prática.

Os métodos ágeis surgiram como uma excelente resposta à metodologia tradicional de desenvolvimento de software, famosa por gerar imensos atrasos na entrega de sistemas e, da mesma forma, por proporcionar total desalinhamento com os objetivos do negócio.

No modelo antigo, era bastante comum um software ficar em desenvolvimento por anos até sua entrega. Assim, após tanto tempo trabalhando em um sistema, era natural que as necessidades do cliente mudassem e, por isso, o software criado já fosse entregue totalmente ultrapassado.

Dessa forma, os métodos ágeis surgiram para corrigir esse e outros problemas. Eles não aceleram a criação do software, mas permitem que os projetos sejam entregues gradualmente e evoluam constantemente, o que proporciona um enorme benefício para quem depende da tecnologia no dia a dia.

E a entrega regular é apenas um das vantagens dos métodos ágeis no desenvolvimento de sistemas. Quer conhecer outros pontos? Então, continue lendo até o final e entenda como os projetos de tecnologia podem ficar mais versáteis no dia a dia.

Independência da equipe

O primeiro ponto que podemos citar dentro dos métodos ágeis é a independência que a equipe ganha ao adotar essa mentalidade. Com o acompanhamento constante dos gestores, a equipe pode receber feedbacks regulares e, dessa forma, descobrir se está tomando o caminho certo nas decisões.

Assim, uma vez que o desenvolvimento de um projeto esteja alinhado com o objetivo, a equipe fica mais livre para trabalhar da melhor forma possível e, assim, atender as expectativas dos clientes.

Essa independência para trabalhar é importante no resultado final do produto, já que o objetivo é atingir a melhor qualidade possível — dentro do que o cliente precisa, claro —, seguindo as boas práticas do mercado e, da mesma forma, utilizando a melhor tecnologia para tal.

Flexibilidade no desenvolvimento

Outro benefício dos métodos ágeis é a flexibilidade que eles proporcionam dentro do escopo do projeto. Como o software é construído por etapas, a equipe pode se ajustar conforme o feedback do cliente e do mercado são revelados.

Dessa forma, uma funcionalidade tida como essencial pode ser deixada de lado, caso outro recurso se revele mais importante no momento. Esse dinamismo é essencial para o sucesso do sistema, pois adequa-se às exigências do mercado.

Comunicação mais transparente

A prática regular do feedback para a equipe de desenvolvimento também ajuda bastante no ciclo de concepção dos softwares. Com o cliente mais presente durante o projeto, é comum que a equipe descubra se o trabalho executado está dentro das expectativas.

Conforme falamos no início do conteúdo, o modelo antigo e ultrapassado de software eliminava essa comunicação. Assim, após meses de trabalho duro, o produto criado já não atendia as necessidades do mercado.

E essas situações, totalmente comuns na era anterior aos métodos ágeis, poderiam ser resolvidas com uma comunicação mais presente e, da mesma forma, transparente. Portanto, ela é uma vantagem inerente dos métodos ágeis.

Mais alinhamento com o objetivo

Mesmo que existam mudanças no escopo do projeto, os métodos ágeis permitem uma verificação constante e regular do produto criado versus o objetivo pretendido. Dessa forma, o produto pode evoluir regularmente conforme a expectativa do cliente.

E mesmo que existam mudanças durante o desenvolvimento, essa “correção de rota” não vai atrapalhar o produto final, que ainda será o mesmo previsto no planejamento — e acredite, isso era bem comum no passado.

Ou seja, se o plano era criar um ERP, a equipe ainda irá trabalhar para construir um ERP, independentemente da ordem de funcionalidades implementadas ou adaptações no produto para atender as demandas de mercado.

Maior satisfação do cliente

E o principal ponto dos métodos ágeis é a satisfação que eles proporcionam para os clientes. Com um produto sendo criado e melhorado regularmente, os clientes podem colher os frutos do investimento mais rapidamente.

Assim, o desenvolvimento da solução entra em um ciclo constante de planejar, executar, lançar, avaliar e melhorar, o que é importante quando falamos de tecnologia. O sistema de amanhã sempre deverá ser melhor que o atual, que já precisa gerar valor para seus usuários imediatamente.

Dessa forma, mesmo os primeiros lançamentos já ajudarão os usuários de algum jeito, situação que tende a melhorar com a evolução projeto e lançamento de novas funcionalidades.

Leia também: Cultura ágil na OptCode

Métodos ágeis: qual é o melhor?

Infelizmente, não temos uma resposta pronta para essa questão, pois os métodos ágeis atuam mais como uma questão de cultura do que de formato a ser adotado. Ou seja, na prática, o pensamento em desenvolver software ágil deve ser a principal escolha.

Portanto, quem pensa em adotar uma das metodologias existentes — Scrum, XP, Lean, Kanban, entre outras — precisa trabalhar com a mentalidade de que bons projetos são aqueles entregues regularmente, que geram valor aos clientes e evoluem com o tempo.

É a partir desse pensamento que a escolha por um dos métodos ágeis disponíveis é realizada. Da mesma forma, os conceitos também podem vir de diversas metodologias, desde que os processos ajudem cada projeto a ser entregue com altíssima qualidade.

Portanto, não importa se o desenvolvimento é feito a partir do Scrum, XP, Lean ou por uma mistura deles. O que importa é entregar um produto que satisfaça o cliente, dentro do tempo hábil e seguindo as expectativas do projeto.

E se você precisa de software customizado com desenvolvimento ágil, seguindo as boas práticas de mercado e com extrema qualidade, não espere mais. Traga seu desafio para nós e descubra como podemos te ajudar. Entre em contato agora mesmo!